domingo, 14 de abril de 2013

Ele trai e pede perdão. E você?

Foto: Thinkstock 

Seu relacionamento já não anda bem há algum tempo, sempre que você tenta conversar acabam brigando; então você também desiste. A situação se arrasta sem solução até que você descobre que seu marido tem um caso e o seu chão desmorona. O choque parece não ser só seu, porque seu parceiro entra em desespero e implora seu perdão. Faz mil promessas e pede para você levar em contas coisas do tipo como o tempo em que estão juntos, os filhos e assim por diante. Então você para e pensa: “E eu? Como retornar à vida?”
Não é por ser um fato tão corriqueiro em nossa sociedade que se pode ser banalizado, afinal existe muita dor envolvida nisso. Sentir-se enganado em qualquer tipo de relacionamento é cruel, mas quando a traição parte de alguém tão intimamente ligado; é uma dor asfixiante que merece todo respeito. Mas também posso dizer acertadamente que muitas mulheres passaram por isso e conseguiram vencer, saindo ainda mais fortes e resolutas dessa provação.
O arrependimento do cônjuge, num primeiro momento, pode parecer falso e, com certeza, ele terá que se esmerar para provar isso á você, afinal, os elos de confiança se desmancharam.  Também é um momento tão delicado que você pode até estar pensando que seria melhor que ele fosse embora e a desobrigasse de tomar essa decisão. Claro que cada ser humano é único, mas reflitamos em índices para termos uma idéia: A potência sexual no homem tem um apelo muito forte, representando quase que sua identidade. Infelizmente é comum que em algum momento da vida, por inúmeras razões, sintam-se inseguros quanto a sua masculinidade e procurem prová-la através de casos extraconjugais. Costumam dizer que os faz sentir potentes e cheios de vida, mas que não passa disso. Dessa forma, existe grande chance de seu marido estar sendo sincero e que tudo o que aconteceu não tenha mesmo passado de “fantasia” para ele. O inquestionável é que seu marido não foi procurar o que não encontrou em você, ele busca o que não tem em si mesmo!
No entanto, o que soa de mais urgente é a questão: e você? Porque a pessoa mais importante da sua vida é você mesma! Então essa é a grande resposta que deve buscar. Eu sugiro que procure inicialmente avaliar o que seria a sua vida se ele fosse embora realmente. Projete em seu pensamento como se você se visse de fora; então, o que viria? Estaria melhor, pior ou do mesmo jeito que está agora? Faça o mesmo imaginando que você põe um fim nesse casamento, não quer mais a partir de agora; e então, como se vê nessa situação? Consegue imaginar como se sentiria diante das consequências dessa sua atitude? E finalmente, continue olhando-se como se assistisse a sua própria vida e pense em você dando uma nova chance para esse casamento. Como seria ficar com ele? Você só enxerga como tem sido ou consegue vislumbrar maneiras diferentes? Se você não conseguiu fazer esse exercício, tente novamente, ele a ajudará a separar a emoção da razão, dando-lhe maior possibilidade de escolha lúcida. Você entende o quanto as suas emoções têm influenciado a sua vida? É compreensivo depois de seu trauma!
Nossa vida se desencadeia através de nossas escolhas, por isso, precisamos estar atentos a elas. Independente de qual for a sua, tenha em mente que fará tudo para sentir-se melhor e mais feliz na vida. Isso é o importante! Portanto, arregace as mangas e comece logo o trabalho de procurar maior satisfação para você mesmo, determine que o tempo de chorar já acabou; construa novos tempos para você.
Trabalhe a sua auto-estima, sentindo-se uma pessoa especial, capaz de grandes feitos! Você pode agir nesse sentido, aliás, só você o pode!
Postar um comentário

liderlagoinha@gmail.com